PT EN

21/11/2020 até 1/03/2021
HAICAIS DA JORNADA DO MONTE À MENTE, NA LUA DE WESAK - JOEL GEHLEN


São 34 haicais em impressão tipográfica sobre lâminas de papel Avena, enfeixadas por um retângulo de lona, fixadas com bambu na lombada, sem costura ou vinco. Haicai é uma forma clássica de poema, surgida no Japão, no século VII. Em três versos, abarca uma perspectiva, um acontecimento e um fundo filosófico. Como diz Fernando Karl, uma frase foge da outra, quando o verso vai se cristalizar, o outro o desloca. A cena descrita em cada poema foi ilustrada em apenas três traços, por um artista convidado. A partir da ilustração foi criada uma xilogravura original (gravura feita a partir de uma matriz em madeira) que acompanha o haicai. O livro versa sobre a subida do Monte Crista, na Lua da iluminação do Buda – a Lua de Wesak – em maio 2019.

Organização: Joel Gehlen

Artistas ilustradores: Adri Volpi, André Bessel, Alceu Bett, Fernanda Sponchiado, Davi Hofstaetter, Demétrio Panarotto, Di Loreto, Edson Busch Machado, Eduardo Tadeu, Fábio Pantoni, Fábio Abreu, Fernanda Pozza, Fernanda Sponchiado, Fernando Karl, Gessonia Carrasco, Guido Heuer, Jan Mo, Juli Rossi, Lygia Roussenq Neves, Linda Poll, Márcia Bittencourt, Malu Rodrigues, Marcos Bento, Marcos Tavares, Moa, Pedro Hoberbaun, Pita Camargo, Rafael Moreno, Ricardo Kolb, Ronaldo Diniz, Tereza Martorano, Tirotti, Vinícius Gibran Gehlen, Walter Guerreiro e Zé Alfredo Abrão.




Outras exposições no Instituto:



Newsletter

Cadastre-se e receba novidades.